Untitled Document
 
Colisões frontais são principal causa de mortes em rodovias
Maior parte da malha rodoviária federal é composta de vias sem duplicação; acidentes caem se levado em consideração o aumento da frota de veículos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira dados consolidados dos acidentes nas rodovias federais em 2013 e traçou um perfil dos principais envolvidos em acidentes fatais e seus motivos. As rodovias federais representam menos de 6% da malha viária nacional, mas respondem por 20% das mortes de trânsito no País.

Com o aumento da frota para 81,3 milhões de veículos, o número absoluto de acidentes aumentou em 2013, se comparado com o ano anterior, passando de 184.494 para 186.474. A exemplo de outros países, a PRF compara o número de casos com o tamanho da frota. A partir desta leitura, a proporção de acidentes cai 6,03%, ou seja, de 2.510 acidentes para cada 1 mil veículos para 2.359 por mil.

A lista de casos que resultaram em acidentes nas vias é encabeçada pelo excesso de velocidade. Foram 782 mil casos em que a velocidade estava em até 20% acima do permitido. Velocidade entre 20% e 50% acima da velocidade permitida foi ficou em terceiro lugar no ranking (258 mil). Na vice-liderança das principais infrações estão as ultrapassagens proibidas (325 mil casos).

Uma das explicações para o excesso de acidentes é o fato de as rodovias federais são predominantemente vias simples de mão dupla, o que proporciona ultrapassagens proibidas. Aliás, as colisões frontais são as mais fatais nas rodovias brasileiras, representando 32% das mortes em 2013. As outras causas que mais matam são atropelamentos e saída de pista.

Com maior malha rodoviária e posição estratégica no caminho de vários brasileiros ao litoral, Minas Gerais é campeã em casos de acidentes e de mortes nas estradas. Apesar de o número de acidentes ter caído 1,2% nas vias do estado, o número de óbitos subiu em 5,7%, de 1.196 para 1.264.

Perfil

A partir das estatísticas de 2013, a Polícia Rodoviária Federal identificou alguns padrões nos acidentes ocorridos nas rodovias federais brasileiras. Apesar de um equilíbrio no total de acidentes ocorridos na zona rural (54%) contra aqueles que ocorreram na zona urbana (46%), o número de mortes fora do perímetro urbano foi de 70%.

A grande maioria dos acidentes ocorreram em pista simples na zona rural e mataram, em maioria, adultos de 25 a 31 anos. A maioria dos mortos nas estradas foram os próprios condutores (56% das vítimas), seguida dos passageiros (28%) e pedestres (16%). O horário de pico de acidentes com mortos é o início da noite, entre 18h e 20h30.

Fonte: Terra Brasil
 
 
 
     
     

 

Efficient IT Exam Material and Real Exam Q&As. 300-209 1z0-051 220-802 070-461 lx0-103 c_tadm51_731 aws-sysops 3002 300-320 vmce_v8 mb2-704 200-120 c2090-610 070-412 mb2-701 300-101 e20-690 1z0-434 70-410 70-417 70-465 70-341 prince2-foundation 700-280 mb6-702 70-331 642-997 tb0-123 cissp c4040-252 hp0-s42 e05-001 70-462 70-413 1z0-803 pmp 210-260 adm-201 hp0-y51 iia-cia-part3 70-534 70-483 700-039 pr000041 4a0-m01 hp0-s41 300-135 cwna-106 200-310 2v0-621 mb2-707 300-075 102-400 74-678 ns0-157 70-346 mb6-704 070-483 tk0-201 400-051 70-980 300-070 1z0-060 70-662 cism itilfnd 98-367 hp5-b04d ex300 jn0-360 1z0-061 hp2-z12 1z0-808 icgb 1z0-052 350-080 n10-005 mb2-708 c4040-251 642-437 cbap 642-874 n10-006 412-79 640-722 ccd-410 70-533 1z0-047 ex0-005 352-001 p2080-099 700-501 jn0-102 hp2-z31 640-875 mb6-703 dev-401 1z0-067 010-111 70-685

HOME
QUEM SOMOS
LOCALIZAÇÃO
CONTATO
SERVIÇOS
NOSSOS VEÍCULOS
TAXAS E VALORES
INFORMATIVO
 
Fone: (51) 3336.3328
Copyright © 2010 CFC HOTCAR